Projeto 52 Semanas - Temas 16 e 17

Olá Pessoal!!!

Aproveitaram o feriadão? Eu coloquei encomendas em dia, vi filmes e séries na TV e fiz exatamente o que planejei. Legal isso, não é?

Vamos de projeto 52 semanas?
O tema da semana 16 é: Isso, pra mim, não é diversão:

Com certeza, passar trote não é diversão, embora muita gente sem noção acha que é. Imagine, ligar para SAMU, Corpo de Bombeiros, Polícia e brincar com situações que são difíceis para muita gente. Enquanto fazem essas brincadeiras de muito mau gosto, eles deixam de atender a quem realmente precisa. Ao saírem para atender a uma chamada falsa, alguém pode estar morrendo sem que eles cheguem a tempo. O pior é que acontece muito mais do que imaginamos. 

Uma outra coisa que inclusive para mim, já foi diversão; Filmes de Terror! Kkk. eu adorava quando era novinha. Me divertia assistindo todos que passavam na TV, ou ia ao cinema para ver, mas agora, detesto. Não gosto nem do anúncio. Aí, penso: Como pude gostar disso? Os gostos mudam no decorrer da nossa vida. Ainda bem...

O tema da semana 17 é: Personagens cuja vida eu gostaria de viver por um dia:
(filmes, livros, seriados, etc.)

Quando eu era criança, sonhava em ser cientista, depois na adolescência bióloga, mas como a vida caminhou para outros lados e eu me formei em Gestão pública, talvez viveria por um dia a vida de uma bióloga marinha. Rs. Acho o fundo do mar, e toda a vida contida nele uma coisa incrível! Beleza, diversidade e muito a se descobrir!

Essa postagem faz parte desse projeto da Sol Oliveira do Solzinha Artes, e vale a pena conhecer.


Outros blogs participantes:
Solzinha Artes
Poções de Arte
Alê - Bordados e Crochê
Ana Laura Artesanatos
Fantasia
Com Mães de Seda
Jô Turquezza Mundial

Tenham uma semana abençoada e cheia de realizações!
Abraços!

'Cuidemos do nosso coração porque é de lá que sai o que é bom e ruim, o que constrói e destrói.'
 
 



9 comentários :

  1. Realmente trote não é diversão, quando vi a imagem lembrei de telemarketing, que para mim também não é rsrs.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Jussara,

    Há quanto tempo, né? Mas é porque eu tenho andado mais fora do que dentro da web, ausente até do meu próprio blog.
    Gostei deste post e concordo com as suas colocações, muita gente brinca com coisas que não são para brinquedo. Eu também já gostei (um pouquinho, confesso, rsrs) de filmes de terror e hoje os detesto, acho que eles geram más energias, rsrs.

    Um beijo e boa semana

    (ah, Ju, tenho uma sugestão: como o clique no seu nome leva a gente à sua página do Google+, era bom que você postasse o link do seu blog lá, para que a gente não precise sair da página, entrar no Google e digitar o nome do seu blog, para chegar aqui)

    ResponderExcluir
  3. Oi Jussara,
    Vc tem razão, trote não é brincadeira. Qdo eu era criaça passava trotes, mas passava em pontos de taxi e fazia os taxistas fazerem corridas inexistentes, mas acho que a maioria não acreditava, pois eu era criança e tinha voz de criança.
    Tb não gosto de filme de terror. Se assisto,não durmo depois.
    O que eu queria ser quando criança? Eu queria de ventríloqua e treinava colocando uma boneca no joelho e tentando falar sem mover os lábios. Depois mudei de ideia e queria ser comissária de bordo. Não consegui nenhum dos dois. Sou formada em Comunicação Visual e Direito. Trabalho como Advogada Trabalhista do estado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi JU!
    Adorei saber das suas "ex" vocações kkkk
    Realmente em cada fase da vida a gente percebe essa mudança que nem avisou quando mudou. Eu também sempre me imaginei médica, mas depois percebi que ia sofrer muito nessa profissão pq não aguento ver o sofrimento alheio e aí desisti. Também adorava ver filme de terror e nem percebi quando deixei de gostar. Muito engraçada essa "metamorfose ambulante" né? kkkkkk
    Bjsssss amiga e uma semana muito abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Jussara!
    Também não acho nada divertido esse lance de trote e lembro da minha mãe nos ensinando quando éramos molecas que se ela pegasse a gente passando trote, o chinelo ia estralar rsrsrs. Filmes de terror nunca gostei. Não gosto de ver matança, sofrimento... Tem épocas que nem drama consigo assistir. Tem muito filme bom que o roteiro se refere à época de Hitler e eu não assisto para não ver o sofrimento...

    Quanto aos personagens, bióloga marinha é tudo de bom... já sonhei com isso também. Aliás, para mim, emprego ideal seria com bichos e natureza. Sou apaixonada por aqueles programas que mostram os veterinários tratando leões, onças, hipopótamos...

    Abraços esmagadores e feliz dia.

    ResponderExcluir
  6. espero que tengas un buen comienzo de semana
    Cariños

    ResponderExcluir
  7. Olá, Jussara! Que diferença, né? Imagina você bióloga... seria demais! O meu sonho era ser veterinária, amo animais... naquela época nem sabia o que era biologia, mas acho que gostaria tb. rs E não tem coisa mais sem noção que trote, pessoas acabam perdendo a vida por não receberem o tratamento adequado na hora devido ao trote ... Aqui teve gente q foi presa por isso. Ah, filmes de terror eu amooo! rs Beijos

    ResponderExcluir

Não é a força que realiza grandes coisas, mais sim a perseverança.

Seja sempre bem vindo neste espaço. Obrigada!

Um abraço!