Junho chegou, o mês das Festas cheias de Cor, Alegria e Guloseimas

Viva Santo, São João e São Pedro!
Junho chegou, e com ele além de já estarmos no meio do ano, chegou o mês das Festas cheias de cor e alegria, e principalmente as guloseimas. Eu particularmente, amo festas juninas, julinas, agostinas... sim, por aqui até agosto elas ainda estão rolando. Gosto da decoração, das músicas, das roupas, comidinhas... acho tudo o máximo e a alegria contagia mesmo.





As festas juninas no Brasil são multiculturais, embora esse formato que conhecemos tenha se originado nas festas dos santos populares em Portugal: a Festa de Santo Antônio, a Festa de São João e a Festa de São Pedro e São Paulo principalmente. A música e os instrumentos usados estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos ao Brasil pelos povoadores e imigrantes. As roupas caipiras são uma clara referência ao povo campestre que povoou principalmente o nordeste do Brasil e pode-se encontrar muitíssimas semelhanças no modo de vestir caipira no Brasil e em Portugal, assim como as decorações com que se enfeitam os arraiais iniciaram-se em Portugal, junto com as novidades que, na época dos descobrimentos, os portugueses trouxeram da Ásia, tais como enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora. Embora os balões tenham sido proibidos em muitos lugares do Brasil, são usados na cidade do Porto em Portugal com muita abundância e o céu se enche com milhares deles durante toda a noite. A dança de fitas típica das festas juninas no Brasil origina-se provavelmente da Península Ibérica.
Fonte: Wikipedia


O local onde ocorre os festejos juninos é o arraial, um espaço ao ar livre cercado ou não, onde barracas são erguidas para o evento, ou então um galpão já existente com dependências já construídas e adaptadas para a festa. Geralmente, é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro ou bambu. É onde acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras.
A quadrilha é o ponto alto com os momentos bem engraçados do casamento, as roupas que variam de luxuosas a simples ou improvisadas. Nas escolas a diversão da garotada é garantida. Pelo Brasil elas já começaram e em muitos lugares tem até festival de quadrilhas. Capricha nos adereços como laços, rendas e fitas, saias rodadas ou vestidos estampados e para quem é mais discreta tá valendo camisa xadrez e calça jeans. As vezes, esta última opção é a minha escolha acrescentando um par de botas e chapéu.


Falar em festa junina sem mencionar as comidinhas, não tem como. E a variedade é muito grande,além de todas as opções serem deliciosas. Difícil eleger e comer só uma com essa infinidade de sabores e ingredientes a nossa disposição. Caldos diversos, bolos de vários sabores, muitos pratos a base de milho, canjica, pé de moleque, cocada... hummm... a dieta acaba sendo adiada mais uma vez. Quer receitas? Tenho aqui e para mais inpirações sobre festa junina, veja aqui.



Aqui na minha cidade, temos a festa de cada um dos três santos, fora as festas particulares, pois o povo é festeiro, somos do interior e gostamos demais. Já tivemos festivais de quadrilha com vários grupos e tinha um grupo que ganhava prêmios por onde passava, inclusive na capital. 
Se gosta de festa junina, seu filho/a vai dançar a quadrilha na escola ou em algum arraiá, dá uma passada na loja virtual para ver nossas opções, temos uma pasta só para Festas Juninas. Temos acessórios, colete, saia junina. Não tem motivo para não entrar no clima. Aproveita e segue porque vai ter mais novidades em breve. 

Loja VirtualRetalhos de Algodão
WhatsApp: 24- 981267048
YoutubeJussara Silva
Email: caminhandonaarte@outlook.com

0 comentários :

Postar um comentário

Não é a força que realiza grandes coisas, mais sim a perseverança.

Seja sempre bem vindo neste espaço. Obrigada!

Um abraço!